quinta-feira, 30 de abril de 2009

Só para polemizar... de novo! Vc colocaria o sobrenome do seu marido???


Bem, o assunto do almoço ontem foi: nomes! Eu tenho um belo arsenal de histórias relativas ao meu nome, já que nem nome é... é um apelido!!! Mas não é sobre isso que eu vou falar...
Quando eu casei decidi NÃO inserir o sobrenome do marido ao meu já longuíssimo nome. Isso causou estranheza, revolta, desdém... anyway...
Eu tenho uma série de razões para não aceitar esta IMPOSIÇÃO da sociedade (porque o código civil deixa vc livre para a escolha):
1) Meu nome já é muito comprido (2 nomes e 2 sobrenomes)
2) O sobrenome do marido tem sonoridade igual ao meu último sobrenome (ÃO + ÃO = CONFUSÃO)
3) Eu nunca iria tirar um dos nomes da minha família para agregar mais um
4) Passei 27 anos da minha vida sendo Fulana Sicrana da Coisinha de Jesus - porque raios eu iria começar a ser a Fulana Sicrana da Coisinha de Jesus da Silva????
5) O homem também pode colocar o nome da esposa, mas questionados eles sempre dizem NÃO! Pois ora, eu tb!!! Está lá no código civil:

Art. 1.565. Pelo casamento, homem e mulher assumem mutuamente a condição de consortes, companheiros e responsáveis pelos encargos da família.



§ 1º Qualquer dos nubentes, querendo, poderá acrescer ao seu o sobrenome do outro.
6) Eu acho essa história de Sra. Sobrenome do Marido de uma cafonice sem tamanho!!!

Pronto, falei... e vc concorda???

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Da série: coisas que odeio


Cara, sabe uma coisa que eu detesto? CHURRASCARIA!!! Pois é, pode ser das baratas, das mais carésimas... o que me irrita acontece em ambas: aquele monte de gente com aquela carne pendurada e pior, derramando aquela gordura escrota em você!!! O pior é quem acha que vai convidar aquele cliente em potencial e fazer carão num lugar desses: É IMPOSSÍVEL MANTER UM DIALOGO!!!

- Então, sabe o que aconteceu - NÃO OBRIGADA - ontem?

- Não, menina me - NÃO OBRIGADA - fala...

- Conheci - SIM OBRIGADA - aquele bofe incrível!!! Pena que era - NÃO OBRIGADA - casado!!!

Não dá né???? Entre os SIM OBRIGADA e os NÃO OBRIGADA ninguém entende porra nenhuma da conversa!!!!!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Não pedi pra nascer!


Sabe...eu nasci por um acidente... é... minha mãe e meu pai se casaram qdo minha mãe tinha 16 anos. Mas não, eu não nasci de uma gravidez precoce... eles só se casaram para a minha mãe sair de casa... bom, passaram só 9 meses juntos neste período. Aí minha mãe deu um chá de sumiço de 9 anos... voltando do chá de sumiço, ela reencontrou meu pai e bingo: eu nasci!
Quer dizer: nem era para eu estar aqui! As probabilidades eram mínimas... e deu nesta merda! Fico pensando nisso agora pq eu não queria estar neste mundo neste exato momento, para passar pelo que estou passando... era melhor se eles nem tivessem se reencontrado!
O que me faz feliz? Que planos eu consigo fazer para o futuro?
Um saco! Não queria estar aqui!

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Best Seller



Devo confessar que nunca fui muito de best sellers... quando um livro aparece na lista dos best sellers, geralmente vou atrás de outros livros do mesmo autor, mas nunca chego a comprar aquele da lista. Na verdade, eu não acredito que o "mais vendido" seja o "melhor". Aí, um dia, sem mais nem menos comecei a pensar que os profissionais também podem ser "best sellers" sem na verdade serem "bons de fato". Já trabalhei com muita gente boa, mas a quantidade de gente ruim que trabalhei e que era considerada boa, é assustadora!!! O que fazem estas pessoas ruins? Tem um bom marketing pessoal, puxam o saco da pessoa certa, fazem cara de desespero na frente do chefe, mas são umas merdas quando se trata de fazer e acontecer!!! Eu consigo fazer exatamente o contrário: não sou de mkt, não puxo o saco e tô nem aí se o cara é chefe... só quero fazer meu trabalho bem feito! E como fui condenada por isso... Saí com minha auto estima lá embaixo, achando que não sabia mais fazer a única coisa que sei fazer: meu trabalho! Mas estava enganada, aquelas pessoas ruins, que não se sustentam com seu próprio trabalho, é que estavam me estragando! É muito mais difícil trabalhar com pessoas ruins!!! Hoje, pessoas que não me julgaram e não vieram com pré conceitos, conseguem VER meu trabalho! E isso me deixa feliz! Porque no final eu sempre soube que eu SEI fazer meu trabalho!!!